By 14 de abril

Nesta quinta-feira (13), a Bolsa de Cereais de Buenos Aires (BCBA) trouxe sua atualização de reportes sobre a safra de milho da temporada 2022/23 na Argentina, destacando que os rendimentos começam a se estabilizar conforme a colheita avança.

“À medida que as colheitadeiras se movem em direção ao meio da janela de plantio, os rendimentos começam a se estabilizar. Até o momento, o avanço nacional está localizado em 12,7% da área apta, marcando uma produtividade média nacional de 65 sc/ha”, aponta.

Diante disso, os dados da Bolsa mantêm a projeção de produção em 36 milhões de toneladas, 16 milhões a menos do que a safra passada.

“A falta de chuvas abundantes e a chegada de uma frente fria melhoram as condições para a queda da umidade dos grãos dos lotes mais avançados de cereais de verão”, diz a BCBA.

No momento, a BCBA classifica as lavouras de milho da Argentina com 6% em condições boas ou excelentes, 41% normais e 53% regulares ou ruins. Além disso, 54% da área tem condição hídrica adequada ou ótima e 46% regular ou seca.

Na semana passada, esses índices eram de 7% boas ou excelentes, 41% médias e 52% ruins. Do lado das condições hídricas, 55% das lavouras estavam como ótimas ou adequadas e 45% com regulares ou secas.

POR: Guilherme Dorigatti

FONTE: NOTÍCIAS AGRÍCOLAS https://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/milho/346450-colheita-do-milho-vai-a-12-na-argentina-e-produtividade-media-e-de-65-sc-ha-diz-bcba.html#.ZDmBoHbMIdU