By 10 de maio

Clima tem favorecido a cultura do feijão até o momento, resultando em 90% das lavouras em boas condições e 10% em condições médias

Até o fim da última semana, cerca de 4% dos 297 mil hectares cultivados na segunda safra de feijão 2022/2023 já haviam sido colhidos no Paraná e a expectativa é de que sejam produzidas 592 mil toneladas.

A área para esta segunda safra representa uma redução de 12% em relação ao ano passado, quando foram plantados 338 mil hectares. No entanto, a estimativa indica um aumento de 5,5% em relação à colheita registrada em 2022.

Este é um dos assuntos tratados pelos técnicos do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab), no Boletim de Conjuntura Agropecuária, referente à semana de 28 de abril a 4 de maio.

Segundo os técnicos, o clima tem favorecido a cultura do feijão até o momento, resultando em 90% das lavouras em boas condições e 10% em condições médias.

Porém, os produtores estão preocupados com o comportamento climático nas próximas semanas, pois uma grande parte das lavouras ainda está suscetível, principalmente em relação a geadas.

Com a entrada da nova produção no mercado, os preços recebidos pelos agricultores começaram a baixar.

Na última semana, o produtor recebeu em média R$ 350 pela saca de 60 kg de feijão tipo cores e R$ 260 pela saca de 60 kg de feijão preto.

Segundo o Deral, além da oferta de nova safra, ainda existe uma pequena quantidade de feijão da primeira safra para ser comercializada.

 

Fonte: Canal Rural  https://www.canalrural.com.br/noticias/agricultura/feijao/feijao-colheita-avanca-no-parana/