By 17 de abril

Volume embarcado ainda é maior em abril/23 do que em abril/22, mas preço pagou pela tonelada recuou

Nas duas primeiras semanas de abril, o Brasil registrou exportação de 351.072,2 toneladas de milho não moído (exceto milho doce), de acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Sendo assim, o volume acumulado nestes 9 primeiros dias úteis do mês representa 50,8% do total de 690.295,8 toneladas que foram exportadas durante todo o mês de abril de 2022.

Com isso, a média diária de embarques ficou em 39.008 toneladas, o que na comparação ao mesmo período do ano passado, representa elevação de 7,4% com relação as 36.331,4 do quarto mês de 2022.

Na visão de Roberto Carlos Rafael da Germinar Corretora, a expectativa para este ciclo é exportar 50 milhões de toneladas, a depender do tamanho da produção colhida nesta segunda safra brasileira.

Em termos financeiros, o Brasil arrecadou um total de US$ 105,792 milhões no período, contra US$ 231,815 milhões de todo abril do ano passado. O que na média diária, deixa o atual mês com decréscimo de 3,7% ficando com US$ 11,754 milhões por dia útil contra US$ 12,200 milhões no último mês de abril.

O preço por tonelada obtido também recuou 10,3% no período, saindo dos US$ 335,80 no ano passado para US$ 301,30 no mês.

Fonte: Notícias Agrícolas