By 2 de maio

Os preços da soja voltaram a cair na Bolsa de Chicago no início da tarde desta terça-feira (2). Depois de começar o dia operando em campo positivo, os futuros da oleaginosa, por volta de 13h40 (horário de Brasília), cediam entre 1,50 e 8,25 pontos, levando o julho a US$ 14,19 e o agosto a US$ 13,65 por bushel.

O mercado acompanha as baixas que voltam a ser registradas também no farelo de soja, que perde mais de 1% na CBOT na tarde hoje, com o contrato mais negociado valendo US$ 429,30 por tonelada curta. No complexo, quem ainda se mantinha do lado positivo da tabela, com alta de 0,4% no primeiro vencimento.

Além do recuo do derivado, os traders também refletem o bom avanço do plantio nos Estados Unidos, como informou o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) no final da tarde de ontem.

A semeadura da soja está concluída em 19% da área até o último domingo (30), contra 9% da semana anterior. O esperado pelo mercado era de 17%. O índice segue bem acima do mesmo período do ano passado, quando a semeadura da oleaginosa estava concluída em 7% apenas, e acima da média dos últimos cincos anos de 11%. O estado mais adiantado continua sendo o da Louisiana, com 59% de sua área plantada. A média plurianual estava em 39%.

As perdas do trigo e, principalmente do milho, também pesam sobre as cotações. Além disso, o financeiro mais avesso ao risco também contribui para as baixas nesta terça.

Fonte: Notícias Agrícolas https://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/soja/348047-soja-volta-a-recuar-em-chicago-nesta-3-feira-e-reflete-perdas-de-mais-de-1-do-farelo.html#.ZFFJPXbMIdU